Início » Artigos » Sistema de distribuição de energia em baixa tensão
Sistemas de alimentação de energia

Sistema de distribuição de energia em baixa tensão

O sistema de distribuição de energia em baixa tensão, é a base estrutural de eletricidade de um edifício, seja ele habitacional, de serviços, hoteleiro ou industrial.

Um bom sistema de distribuição, garante na sua estrutura bom funcionamento da rede e de tudo o que dele depende.

Iremos abordar neste artigo, a componente de Baixa Tensão, o que corresponde à maior parte dos nossos edifícios.

Pontos da Rede de Distribuição

  • Origem das Instalações Elétricas
  • Rede de distribuição (Alimentação de Quadros Parciais)
  • Alimentações Terminais, Tomadas de Usos Gerais, Iluminação Normal e de Segurança

Agende uma reunião connosco e diga-nos em podemos ajudar

Origem das Instalações Elétricas

Esta é descrita na secção 803.2.1 das RTIEBT, pelo que um sistema de distribuição de energia em baixa tensão tem a sua origem num dos seguintes pontos:

  • Portinhola,
  • Armário de Baixa Tensão,
  • No caso do edifício ser alimentado em Média Tensão o Quadro Geral de Baixa Tensão.

Nestes pontos é instalada o Barramento Geral de Terras, (ver artigos sobre as redes de terras e sistemas de neutro), onde é iniciado o sistema de terras da instalação,

Nos pontos de origem da instalação é instalado a montante os contadores de energia, à exceção dos edifícios com múltiplos pisos, compartimentos, em que deverá ser tido em conta a secção 803 das RTIEBT.

Rede de Distribuição (Alimentação de Quadros Elétricos Parciais)

Quando visualizamos múltiplos pisos e compartimentos, de acordo com o ponto 801.1.1.4 das RTIEBT temos de considerar quadros elétricos parciais, assim como pelas necessidades da instalação.

As redes de distribuição poderão ser mistas, e com vários sistemas de neutro, pelo que no presente artigo vamos considerar unicamente o sistema TT.

Ora assim, entre quadro geral e quadros parciais, sendo os quadros monofásicos e quadros trifásicos, alimentados com 3 (Fase, Neutro e Terra) e 5 condutores ( Fase, Fase, Fase, Neutro e Terra), respetivamente.

Agende uma reunião connosco e diga-nos em podemos ajudar

Alimentações Terminais, Tomadas de Usos Gerais, Iluminação Normal e de Segurança

Estes são os pontos onde normalmente interagimos com os sistemas elétricos, em que visualizamos a existência da eletricidade.

É também nestes que os cuidados na instalação e no projeto se refletem, por questões de contactos diretos e indiretos, como por exemplo:

Tomada Schucko com Obrturadores
A importância da seleção dos equipamentos terminais, como por exemplo a seleção de uma tomada com obturadores de forma a evitar o contacto direto.
A seleção das armaduras de iluminação, com as componentes elétricas ocultas, e a com IP adequado.

Estes são alguns dos exemplos, que devemos ter em conta na seleção dos equipamentos, para garantir o bom funcionamento da instalação e a segurança dos seus utilizadores.

Algo que a ENGTEC tem em consideração nos seus projetos e na consultoria técnica prestada.

Agende uma reunião connosco e diga-nos em podemos ajudar.

Mais artigos brevemente…

Referências

Notas

Este artigo foi escrito de acordo com a nossa interpretação das RTIEBT e demais legislação em vigor.

Quaisquer erros ou omissões no presente artigo, não foram intencionais, pelo que serão retificados aquando da sua identificação.

O presente artigo foi escrito de acordo com o pré e pós acordo ortográfico, sendo a nossa prioridade o conteúdo no presente artigo.